Outros Sertões

Currais humanos

Os campos de concentração cearenses de 1915 e de 1932: uma história de isolamento nas secas 

Leda Agnes Simões*

Eu venho lá dos sertões onde a saudade se perdeu / Naquela estrada empoeirada que doeu / Feito uma flor que resistiu, assim sou eu – Flávia Wenceslau, 2014

Este artigo é fruto de parte da minha dissertação de mestrado defendida no CPDA/UFRRJ. Por isso, encontraremos aqui fontes históricas, dados, mapas. Uma linguagem acadêmica para um assunto que pertence a todos nós, e principalmente ao povo do Nordeste. Essa mancha na nossa história, é um tema que deve ser estudado, conhecido e falado fora do Nordeste e fora do mundo acadêmico. …Visualizar o restante