Autor: Paulo Oliveira

O silêncio do sino

Maria do Carmo Meira Melo, a Carminha, 71 anos, não se conforma com o silêncio do sino da capela Nossa Senhora da Purificação, construída por sua família na segunda metade do século XIX, no centro de Catingal, atual distrito de Manoel Vitorino (BA). O templo dedicado à Nossa Senhora da Purificação também servia de cemitério para a família Meira e foi erguido em um local onde existia uma lapinha com altar onde eram celebradas missas nas terras que pertenciam ao capitão Rodrigo de Souza Meira Sertão.

…Ler mais.

Loucura genial

Japaratuba, ao contrário vizinha Rosário do Catete e muitas outras no caminho para Alagoas ou no sertão sergipano, não tem a estátua do padroeiro na entrada da cidade. Em vez disso, o município construiu em 2002, um monumento em homenagem a um louco genial: Arthur Bispo do Rosário.

…Ler mais.

Contratos assinados

Trinta e seis famílias da comunidade de Riacho do Meio, em Ribeirão do Largo (BA) assinaram anteontem (9 de maio de 2018) o contrato para a construção de casas do programa Minha Casa, Minha Vida rural, que estava suspenso pelo governo federal desde junho de 2016. Uma família, cujo representante está com restrição no CPF, não será beneficiada. O prazo para a construção das casas é de 18 meses, se não houver atraso ou corte de verbas.

Moradores de Riacho do Meio assinam contrato com a Caixa para construção de casas do programa de habitação rural. Foto: Edelson Moreira
Moradores de Riacho do Meio assinam contrato com a Caixa Foto: Edelson Moreira

No dia 22 de fevereiro, Meus Sertões denunciou a situação dos agricultores familiares como Beatriz Oliveira de Jesus, 55 anos, viúva, que vive atormentada a procura de insetos e cobras que entram pelos buracos da casa de barro onde vive com seus filhos e netos. Uma vez, ela encontrou uma cobra enrolada na cama de uma das crianças. Beatriz foi uma das pessoas que assinou o contrato com a Caixa Econômica Federal.

O projeto de construção das casas de 55 m² é do Movimento de Pequenos Agricultores (MPA) em parceria com a Associação de Moradores e Pequenos Produtores da Cabeceira da Sussuarana e Riacho do Meio (Amprosul). O custo de cada moradia é de R$ 37.859. Inicialmente, 42 famílias tinham sido cadastradas para receber o benefício, mas o governo federal recomendou a redução para 37.

casa pronta
O modelo das moradias do programa de habitação rural. Foto: Paulo Oliveira

O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal, que reúne indicadores de longevidade, educação e renda, de Ribeirão do Largo é considerado baixo (0,54 em uma escala que varia de 0 a 1). Isto a coloca na 397ª posição entre as 417 cidades baianas. No Brasil, Ribeirão está em 5.325º lugar dentre 5.570 municípios.

Para ler a matéria sobre Riacho do Meio:

Entre cobras e insetos

Maria de Olímpio, a zeladora

A mãe de santo Maria José Alves de Menezes, a Maria de Olímpio, 61 anos, é líder religiosa de renome no povoado quilombola de Campo Grande, em Santa Teresinha (BA). Ainda criança dava pistas de seu dom: quando ia a uma casa de reza caía no choro ao ver a imagem de São Sebastião, que corresponde a Oxóssi, seu orixá. Com o passar do tempo, fez a cabeça com o pai de santo Zé Dudé, na localidade km 100, em Brejões. Também desenvolveu a vidência e aprendeu a jogar búzios.

…Ler mais.