Tag: Pernambuco

Prece para o
rio São Francisco – Editorial

“Senhor, fazei-me instrumento da vossa paz”

Hoje é dia de São Francisco de Assis (1182-1226), o religioso italiano que fundou a Ordem dos Franciscanos. Filho de um rico comerciante de tecidos da cidade de Assis, Francisco renunciou aos seus bens e passou a se dedicar a Deus e aos pobres. Em 1224, deixou a direção da irmandade que criou para viver em contato com a natureza. Consta que, em sua presença, os peixes saltavam da água e os pássaros pousavam em seus ombros.

…Ler mais.

Como definir o preço correto de uma peça de artesanato?

A equipe do Laboratório de Design O Imaginário, vinculado ao programa de extensão da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), ajuda artesãos a dar sustentabilidade à atividade, a aprimorar o acabamento das peças, a utilizar novas tecnologias e, principalmente, a definir o preço justo das peças que produzem, com base nos custos de produção.

…Ler mais.

Mestre Nena

Para moldar uma pinha esmaltada grande, uma das peças decorativas mais vendidas no Centro de Artesanato Arquiteto Wilson Campos Júnior, em Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco, o artesão Severino Antônio de Lima, 57 anos, leva duas horas. A produção diária é de até quatro unidades por dia. No entanto, a pinha só ficará pronta para a venda após 15 dias de secagem, 12 horas no “forno de biscoito”, onde é aquecida a 1000 graus centígrados para adquirir durabilidade e impermeabilidade ao ser, e três dias no forno de esmalte para fixar a cor.

…Ler mais.

Em busca de sucessor – Capítulo VII (final)

Padre Airton Freire de Lima, 64 anos, disponibiliza meia hora para a entrevista, no intervalo do retiro que realiza para fiéis de todas as idades. Nessa conversa, ele avalia a sua trajetória, lamenta o impacto da crise econômica no país e a desativação de cursos profissionalizantes da Fundação Terra. Fala também da saúde debilitada e diz se espelha no Papa Francisco, depois de ter conhecido e convivido com santos vivos: Madre Teresa de Calcutá, Irmã Dulce e Frei Damião. Em alguns momentos, ele se emociona e chora.

…Ler mais.

O refúgio do padre conselheiro e o Instituto Servos de Deus – capítulo VI

Depois de passar 16 anos morando na rua do Lixo, Padre Airton Freire se mudou para um sítio de 123 hectares, no povoado de Malhada, a 12 quilômetros do centro de Arcoverde e a 1,5 quilômetro do município de Sertânia. Lá, foi criado o Instituto dos Servos de Deus, uma associação privada que pretende se transformar em uma ordem religiosa, constituída por vocacionados, chamados de servos, voltados para a caridade e para servir aos pobres. Para que funcione como ordem é necessária autorização do bispo de Pesqueira, dom José Luiz Ferreira Salles, após longo processo de maturação e observação.

…Ler mais.

O centro de reabilitação – capítulo V

O deputado federal pernambucano Luciano Bivar, 75 anos, presidente do Partido Social Liberal (PSL) custou aos brasileiros R$ 91.035, 33, no mês de setembro. Em período de pandemia e trabalho remoto ele consumiu R$ 8.571 de cota parlamentar (36,74% com locação e/ou fretamento de veículos e 43,1% de divulgação de atividade parlamentar), R$ 48.696,44 de verba de gabinete e R$ 33.763 de remuneração (salário).

…Ler mais.

Beijinha – Capítulo IV

Mulher da Vida, minha Irmã (…)
Flor sombria, sementeira espinhal
gerada nos viveiros da miséria, da
pobreza e do abandono,
enraizada em todos os quadrantes da Terra.
“Mulher da Vida” – Cora Coralina

 Maria José Bernardina de Siqueira, uma menina mirrada e espevitada, recebeu da mãe o apelido de Beijinha, referência à beleza de uma flor pequenina. Foi assim que Maria ficou conhecida nos cabarés de São Bento do Una – cidade onde nasceu e se criou – Jupi, Arcoverde, Garanhuns e Recife, em Pernambuco.

…Ler mais.

Os idosos do abrigo Domus Christi – capítulo III

O Domus Christi (Lar de Deus) é o abrigo da Fundação Terra, criado pelo padre Airton Freire. Localizada próximo à casa onde o religioso morou na antiga rua do Lixão, a instituição atende até 26 idosos, cujas famílias abandonaram ou não têm recursos para mantê-los. Há também casos de pessoas com idade avançada que não possuem mais parentes.

…Ler mais.

Tecnologia impulsiona o novo beatismo – Capitulo II

Wellington Santana de Lima, 57 anos, irmão do padre Airton, é o superintendente da Fundação Terra. É ele quem nos guia pelas obras sociais de Arcoverde. Paciente e cordial, Wellington ressalva que a instituição também oferece serviços para a população em outras cidades – Recife e Maracanaú (CE). Engenheiro, responsável por concretizar os planos de Airton, ele gosta de fazer um jogo de palavras, brincando com a situação:

…Ler mais.

Padre Airton e a transformação de Arcoverde – Capítulo I

“A primeira criança que morreu em meus braços era um menino muito magro. Tomei-o nos braços: ele tinha olhos grandes, abria e fechava a boca. Eu procurei água no pote, mas não havia água. Também não encontrei água na torneira. Levantei-me às pressas, e saí em direção à rodoviária, para pegar um ônibus e ir ao hospital. No caminho, vi que ele estava morrendo. Olhei para o menino e desabafei num choro que não conseguia conter. Parei e, olhando bem para ele, molhei a ponta dos dedos nas lágrimas que caíam no seu rosto magro, quase sem vida, e pensando em Deus, disse: José, eu te batizo em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém”.

As lembranças do tempo em que o  Padre Airton Freire de Lima, 64 anos, foi morar em uma casa de taipa na rua do Lixo, na verdade o local onde estava situado o vazadouro do município de Arcoverde, no sertão pernambucano, estão vívidas em sua memória e registradas no livro “Aos Olhos de Deus”, escrito em 1997, em português e alemão, e até hoje entre os livros mais vendidos dos cerca de 90 de autoria do religioso.

…Ler mais.