Meus Sertões

Samba de roda e cuia em Riachão

Zuza não sabia que sua história ia dar samba quando arrumou uma namorada em Riachão de Jacuípe. Casado, foi morar em um lugarejo a seis quilômetros da sede do município. Para se divertir, o agricultor se juntou a José Roçadinho e outros amigos afim de cantar e tocar instrumentos. Foi assim, “meio por acaso”, como diz o bisneto do fundador Misael Carneiro Oliveira, 79 anos, que surgiu, há cerca de 140 anos, o Samba de Pedrinhas, o mais antigo grupo de samba de roda de Riachão.

…Ler mais.

‘Feirará’: entre dois mundos

A melhor definição para Irará, cidade localizada a 135 km de Salvador, está na monografia “Aristeu Nogueira: A militância Política e Cultural de um Comunista”, de Marcos Roberto Martins dos Santos”, finalizada em 2007. Santos mostra que Irará está localizada entre o Recôncavo e o Sertão da Bahia. Segundo ele: “duas regiões marcadas por culturas distintas, representativas de ‘dois nordestes’”.

…Ler mais.

Colchas de retalhos

Debaixo de uma árvore, esperando o sol esfriar, Idelcina Carneiro Oliveira pensava em como mudar a sua vida. Grávida do segundo filho, Jefferson, fazia a limpeza de tanques (barreiros) no sertão. A retirada do barro acumulado no fundo do reservatório seco e o transporte em banguê, dentro do carrinho de mão, era pesado demais, mas era o tipo de trabalho que o governo oferecia durante a seca de 1994, na Bahia. …Ler mais.

Tiago Preto

Tiago de Jesus Santos, o Tiago Preto, é uma celebridade em Riachão de Jacuípe, onde também usa o nome de Cassimiro Cassiano Cassiote. O fato de ter sido um dos escolhidos pela artista plástica Virgínia de Medeiros para fazer parte da instalação “Fala dos Confins”, apresentada em São Paulo, em 2010, sobre o modo de se comunicar do sertanejo, aumentou um pouco a sua fama. Assim como o programa de anedotas – estas sim motivo de sua popularidade -, que apresenta na Rádio Jacuípe. …Ler mais.

O santeiro Erivaldo

Quando não está trabalhando no almoxarifado da prefeitura de Santa Brígida, Erivaldo Pereira de Araújo, 43 anos, vive cercado de santos e anjos. Ele é o principal santeiro da cidade, em cujas casas, principalmente a dos mais antigos, estão abarrotadas de imagens do beato Pedro Batista, da madrinha Dodô, de Frei Damião e de Padre Cícero. …Ler mais.