Meus Sertões

A gruta milagrosa

“Noi italiani lavoratori
Allegri andiamo in Brasile
E voialtri d’Italia Signori
Lavoratelo il volstro badile
Se volete mangiare.”

Tradução:
“Nós, trabalhadores italianos
Vamos contentes para o Brasil
E vocês, nobres da Itália
Peguem a pá
Se quiserem comer”

Os primeiros italianos a chegarem em Nova Bréscia, no Rio Grande do Sul, em 1816, em busca de trabalho, deixaram a cidade de Bréscia, na região da Lombardia, cantando esta música, que se transformou em uma espécie de hino. Em 1932 os Caliari, Lazareno, Novare se fixaram na antiga localidade de Gramado de São Francisco, na época Vila Progresso[1].

…Ler mais.

A Canudos do sul

Três mil quatrocentos e oito quilômetros separam a Canudos de Antônio Conselheiro da cidade homônima que homenageia o frei e missionário Francisco Luiz Kunrath, que atuou na Indonésia e no Timor do Leste. A viagem entre as duas cidades leva pelo menos trinta e quatro horas de carro, mas as diferenças culturais, sociais e econômicas são imensas.

…Ler mais.

Uma roça de candomblé em colônia alemã

O motorista de aplicativo passa direto pela chácara com muro de tijolos aparentes e garagem com porta de aço azul escuro.  Ele não percebe as quartinhas na entrada da propriedade. A roça de candomblé do pai de santo Cristiano Pessoa Borges, 43 anos, fica a 20 quilômetros do centro de Santa Cruz do Sul (RS), na povoação Quarta Linha Nova Baixa, uma comunidade de descendentes de trabalhadores rurais alemães.

…Ler mais.

As religiões

afro-gaúchas

A introdução de escravos no Rio Grande do Sul começou na primeira metade do século XVIII [1], segundo o doutor em antropologia Ari Pedro Oro [2]. Os primeiros escravizados vieram do Paraguai e do Uruguai, depois foram trazidos de outros estados brasileiros. Eles trabalhavam na agricultura, nas estâncias e na produção de charque. Com a chegada dos colonos alemães em 1824 e dos italianos em 1875 o percentual da população negra  diminuiu.

…Ler mais.

Prece para o
rio São Francisco – Editorial

“Senhor, fazei-me instrumento da vossa paz”

Hoje é dia de São Francisco de Assis (1182-1226), o religioso italiano que fundou a Ordem dos Franciscanos. Filho de um rico comerciante de tecidos da cidade de Assis, Francisco renunciou aos seus bens e passou a se dedicar a Deus e aos pobres. Em 1224, deixou a direção da irmandade que criou para viver em contato com a natureza. Consta que, em sua presença, os peixes saltavam da água e os pássaros pousavam em seus ombros.

…Ler mais.

Dívidas de fé

Por Helenita Monte de Hollanda e Biaggio Talento (vídeo) e Paulo Oliveira (texto)

A prática de pagar promessas com ex-votos, presente dado ao santo de devoção por alcançar uma graça, começou no século VI (6), a partir de apropriação de prática pagã feita pela Igreja Católica. Nos séculos XVII, XVIII e XIX (17, 18 e 19), ela foi predominante na Europa e nas Américas, difundindo-se nas colônias do novo mundo, incluindo o Brasil.

…Ler mais.

Como definir o preço correto de uma peça de artesanato?

A equipe do Laboratório de Design O Imaginário, vinculado ao programa de extensão da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), ajuda artesãos a dar sustentabilidade à atividade, a aprimorar o acabamento das peças, a utilizar novas tecnologias e, principalmente, a definir o preço justo das peças que produzem, com base nos custos de produção.

…Ler mais.