O novo boletim das chuvas

O novo boletim das chuvas

Tudo começou quando o técnico agrícola Edcarlos Araújo de Almeida, 28 anos, comprou o primeiro pluviômetro de acrílico por R$ 25, em dezembro 2012. No mês seguinte, ele começou a fazer o registro das chuvas e dos dias de seca em folhas soltas de papel.

Edcarlos confere o pluviômetro. Foto: Paulo Oliveira

Das páginas para um caderno. Mais um equipamento para medir a quantidade de água, instalado cinco quilômetros adiante, em uma propriedade da família e um cata-vento.  Edcarlos montou o Observatório Família Almeida aos poucos.

É de lá que ele observa os sinais do céu – círculo em torno do sol indica que a umidade do ar está alta e pode chover – e o comportamento de pássaros e insetos, que permitem fazer previsões do tempo, divulgada para um grupo reduzido de amigos e parentes. Também faz anotações relevantes como as que foram usadas pela prefeitura para preparar relatório para renovar o estado de emergência na cidade após uma longa estiagem.

O Candeeiro, Reprodução

Em setembro do ano passado, inspirado no boletim O Candeeiro, da Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA), com informações gerais para os sertanejos e seis anos após as primeiras previsões do tempo, foi lançado o Flor de Mandacaru, publicação do Observatório Almeida. A mais recente edição é do dia 8 de janeiro, na qual é feito um balanço do 2021. Nele há várias informações interessantes. Por exemplo:

    • Choveu todos os meses do ano passado.
    • Março foi o mês mais seco com apenas dois milímetros; novembro foi o mais chuvoso (265 mm).
    • O período de estiagem mais longo durou 43 dias, entre 9 de setembro e 22 de outubro.
    • O total acumulado de chuva no ano foi 930.5 mm – 157,5 mm a menos que no ano anterior.

A nova publicação é editada por Edcarlos Almeida. A logomarca foi produzida por é Danrley Carneiro e as ilustrações são de Nadjlar Pastor, a Nana. Os interessados em receber o exemplar mensal de Flor do Mandacaru deve entrar em contato com o editor na página de Hô Sertão no Facebook ou pelo whatsapp (75) 9 8269-9069

AS QUATRO PRIMEIRAS EDIÇÕES

Para ler mais sobre Edcarlos clique aqui .

 

 

 

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *