Oração dos aflitos

Oração dos aflitos

O “Rosário Apressado” é uma reza para os aflitos. Só deve ser usada nos momentos de maior necessidade, segundo Cícero Lázaro Moreira, de Canindé, cidade do sertão cearense.

A religiosidade faz parte do município que antes da pandemia de covid-19 atraía intenso fluxo de romeiros para visitar a Basílica de São Francisco das Chagas, o monumento com mais de 30 metros do santo, a Via Sacra, e o anfiteatro ao ar livre com capacidade para cerca de 120 mil pessoas. A festa do padroeiro é um dos mais antigos eventos religiosos do Brasil e ocorre entre os dias 24 de setembro e 4 de outubro, dada alterada nos anos de eleições.

É possível encontrar outras formas de rezar o “Rosário Apressado”, mas segundo Cícero, a forma indicada é a seguinte:

Antes de iniciar, se reza “Glória ao Pai” – “Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo/ Como era no princípio, agora e sempre/ Amém”. Em seguida, seguimos as contas do Pai Nosso e das Ave-Marias. A cada prece dedicada à Deus, trocamos a oração pelas seguintes frases: “Maria aflita no pé da cruz. Aflito vejo eu, valei Maria Mãe de Jesus”.

Já as Ave-Marias são substituídas por súplica as três Marias concebidas sem pecado: “Valei Maria Mãe de Jesus”. Todo o rosário é rezado assim.

Na parte final, é a vez de um Salve Rainha, seguido da revelação da aflição que está se passando, e da frase “Assim como esse rosário foi apressado me vale apressadamente”.

Há quem diga que essa reza poderosa serve até para apagar fogo e para trazer de volta parentes que estão distantes.

Nasceu e cresceu numa típica família brasileira. Potiguar, morando na Bahia há vinte anos, é médica de formação e pesquisadora da cultura popular. Nos últimos 10 anos abandonou a sua especialidade em cardiologia e ultrassonografia vascular para atuar como médica da família na Bahia e no Rio Grande do Norte, onde passou a recolher histórias e saberes. Nessa jornada publicou cinco livros.”. No final de 2015 passou temporada no Amazonas recolhendo saberes indígenas.
follow me

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *