Podcast sobre Meus Sertões

Podcast sobre
Meus Sertões

O projeto jornalístico Meus Sertões foi escolhido por uma das turmas da Oficina de Narrativa em Áudio para ser o tema do trabalho de conclusão do curso este mês. O trabalho foi supervisionado e orientado pelo jornalista Rodrigo Alves, responsável pelo podcast Vida de Jornalista*. 

O programa conta a origem de Meus Sertões, a partir da constatação de que era necessário modificar a visão preconceituosa sobre a região, reforçada por veículos de imprensa, principalmente do  Sul e Sudeste do país. Essa constatação foi confirmada a partir de simples pesquisa no Google com a palavra sertão. Durante a produção do podcast a revista Vejinha SP publicou a polêmica capa, na qual trata São Paulo como a “capital do Nordeste”.

O podcast revela ainda histórias do semiárido brasileiro, contada pelo editor de Meus Sertões, e debate com outros profissionais nordestinos questões como a falta de vontade política e econômica de desenvolver o Nordeste assim como feito em Israel, onde o índice pluviométrico é bem menor do que nesta região do Brasil. Outro tema importante é como grandes empresas – agronegócios e mineradoras, por exemplo – estão se apropriando das águas e das terras pertencentes a comunidades tradicionais com a cumplicidade dos governantes.

Veja abaixo, no quadro de serviço, como participar das oficinas de Rodrigo Alves em março. Outra informação importante: a Rádio Carcará, canal de podcast de Meus Sertões, entrará no ar em breve.

Agora, ouça o programa:


A foto que ilustra esta matéria é “A primeira viagem a Canudos”, de Paulo Oliveira. A imagem do áudio é de @Thomas Bauer

–*–*–

SERVIÇOAs oficinas tratam de temas como planejamento, pesquisa, produção, trilha sonora, locução e edição. Ela é voltada para pessoas de diferentes áreas de atuação, não necessariamente jornalistas. Os interessados devem fazer pré-inscrição (enviar nome. idade, cidade e profissão) pelo e-mail podcastvidadejornalista@gmail.com , pois terão prioridade na hora de se inscrever para os cursos de março. O mesmo endereço eletrônico deve ser usado para obtenção de mais informações

 

 

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *