Pescadores em barragem

Pescadores do rio São Francisco, que agoniza lentamente, conseguem sobreviver de seu trabalho em raros redutos. Um deles é no lago da barragem da Usina Hidrelétrica de Itaparica (hoje chamada de Luiz Gonzaga), no rio São Francisco, entre os estados de Pernambuco e Bahia. Lá, conseguem pescar tilápias, curimatãs, caris e piranhas, que são vendidos […]

Ginga com tapioca

A Redinha Velha, ali perto do encontro do mar com o belo Potengi, praia de pescadores e um passado ainda fresco de redes cheias de peixes graúdos, viu um dia as pequenas gingas que brilhavam saltitantes entre pescados de bons tamanhos, um excedente que muitas vezes era simplesmente enterrado para evitar mau cheiro e bagunças […]

Novos olhares

A exposição “Malhada de Pedras: um retrato arquitetônico de sua história” foi organizada para celebrar a comemoração dos 57 anos de emancipação política do município de Malhada de Pedras, localizado na região Sudoeste da Bahia, a 689km da capital baiana. O trabalho foi produzido pela turma 2019 do curso técnico em Processos Fotográficos do Colégio […]

Couros e aboios

Em 1983, um grupo de Barreiros, distrito de Riachão de Jacuípe, a 230 quilômetros de Salvador, decidiu realizar uma festa de vaqueiros no dia do aniversário de um deles, Mundinho de Pedro Ross. Sem nunca ter visto evento semelhante, chamaram o padre e organizaram concursos para premiar os participantes.

Cari paulista

O sotaque carregado, os erres evidenciados era regra: quem voltasse de São Paulo pro Rudela – a passeio ou em definitivo, mesmo que por lá tivesse passado uns poucos meses e morasse no interior caipira de Tonico e Tinoco, apresentava um tom de voz diferente, à paulista.

Romaria da Terra

A 42ª Romaria da Terra e das Águas, realizada em Bom Jesus da Lapa, a 779 quilômetros de Salvador, atrai todos os anos milhares de romeiros. Este ano o tema foi ““Terra, Água e Justiça: Direitos Sagrados”. O fotógrafo Severino Silva, parceiro de Meus Sertões, participou do evento, entre os dias 5 e 7 de […]

Tiquaruçu

Tiquaruçu, um dos oitos distritos de Feira de Santana, se chamou São Vicente, nome de seu padroeiro, até 1943. Consta que Maria Quitéria, heroína da Guerra da Independência, foi batizada na igreja local.

Frei Damião: o homem

O padre italiano Pier Antonio Miglio, 65 anos, 40 deles dedicados aos sertanejos e ao sertão, conheceu bem seu conterrâneo Frei Damião. Nas dioceses de Paulo Afonso (BA) e Floresta (PE), ele teve a oportunidade de se encontrar várias vezes com o capuchinho, tendo inclusive o recebido como hóspede em casa. Antonio desmistifica a imagem […]

O milagre

Nascido Pio Gianotti, na Toscana, em 1898, filho de camponeses italianos, frade capuchinho formado em Roma e ex soldado do exército italiano na primeira Grande Guerra, o nosso Frei Damião chegou ao Brasil pelas portas de Recife em 1923.