Reza da erisipela

Das horas passadas com Dona Inácia, nascida em Jequié há mais de um século, fico a dever a candura e a paciência com que satisfazia a minha curiosidade de “moderna” a beber dos saberes a ela transmitidos pela mestiçagem original de negro e índia.

Muito me foi passado sobre o viver do seu tempo, práticas sociais e religiosas, hábitos e costumes. As lacunas em sua memória, poucas para os seus 107 anos, não desiludiram a pesquisadora garimpando rezas e benzeduras.

Aqui, deixa-nos o poder de cura de erisipela, atestado, inclusive, em benefício próprio. A erisipela é uma doença infecciosa causada por uma bactéria. É caracterizada por feridas avermelhadas, inflamadas e dolorosas na pele, principalmente nas pernas e pés. A doença também é conhecida por zipra e mal da praia, dentre outros nomes.

Compartilhe esta publicação:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

8 respostas

  1. Muito interessante a entrevista. A historia dos pais, lembram as histórias da minha avó! Mestiça com índias. Adorei… Descobri a pagina através da pesquisa. Erisipela.

  2. Que coisa boa de ver e saber. Dona Inácia lembra minha avó. Rostinho dela vivido e sereno. Que era rezadeira tbém. Será que qualquer pessoa consegue rezar com efeito. Adorei essa pesquisa e canal. Minha avó contava muitos “causos” da época que ela morava em Belo Jardim/PE.

  3. Este é um canal de maravilhas e utilidades. Estupenda pesquisa, não substitui a medicina mas traz um conhecimento complementar esqucido e subutilizado. Deveriamos fazer mais pesquisa sobre essas práticas populares antigas e eficazes, resgata-las corretamente até mesmo para evitar charlatões. Obrigada pelo canal.
    Só sugiro diminuir o som de fundo que tem nada a ver e prejudica o texto e a voz.

    Recomendo tambem o belo filme “Espaço Além”, sobre a cura de Marina Abramovic no Brasil

    1. Obrigado por nos acompanhar e manifestar sua opinião. Enviaremos sua sugestão aos produtores do vídeo. Equipe Meus Sertões

  4. Quero fazer contato, mas o número que aparece, não está como watssap!
    Tenho algo pra vocês publicar. Sou de família de espiritualista, uma tia foi mordida por cobras venosas 09 vezes, mas nada acontecia com a mordidas das serpentes. Sou benzedor

Deixe um comentário para Paulo Oliveira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sites parceiros
Destaques