Fórum das águas

O comunicador popular e integrante da Pastoral da Juventude Rural (BA) acompanhou o Fórum Alternativo Mundial das Águas (F.A.M.A), realizado em março, em Brasília. Em um belo ensaio fotográfico, Joabes mostra o que ocorreu no encontro que reuniu representantes de movimentos sociais, comunidades tradicionais e povos originários da América Latina.

Contratos assinados

portinhola1

Trinta e seis famílias da comunidade de Riacho do Meio, em Ribeirão do Largo (BA) assinaram anteontem (9 de maio de 2018) o contrato para a construção de casas do programa Minha Casa, Minha Vida rural, que estava suspenso pelo governo federal desde junho de 2016. Uma família, cujo representante está com restrição no CPF, […]

Durim e o cego

João Durim tinha um bom gênio e era sempre muito prestativo para quem lhe pedisse qualquer tipo de ajuda ou favor. Entre os favores se incluía o preparo e encaminhamento da papelada para consulta médica, casamento, batizado, aposentadoria, bã-bã-bã-caixa de fosco. Acrescente-se a isso o fato de emprestar a casa como hospedagem para pescadores, lavradores […]

Agiota Zé Baiano

José Aleixo Ribeiro da Silva, o Zé Baiano era considerado um dos cangaceiros mais cruéis do bando de Lampião. Ele também sabia fazer seu dinheiro render. Tinha muitas cabeças de gado e fazendas. Mas especializou-se em emprestar dinheiro a juros pelo interior do Nordeste.

Casas de telhas do quilombo

A comunidade quilombola de Campo Grande, em Santa Teresinha (BA), foi reconhecida em 2007. Pelo menos duas construções se destacam na localidade.

A volta de Lalim

SOTAQUE DE UM POVO NAS BARRANCAS DO VELHO CHICO Nos meados dos anos setenta e início dos anos oitenta, chegar de São Paulo vestindo calça boca de sino, um sapato salto plataforma, estilo cavalo-de-aço, cabelo black power tinha lá seu charme, ainda mais com um toca-fitas de alça ao lado.

Lamento

SOTAQUE DE UM POVO NAS BARRANCAS DO VELHO CHICO “Nós beiradeiros deveríamos ter a consciência mais forte do que o poder do lugar. A naturalidade com que aceitamos a transformação do rio, parece até que o ser humano é quem está sendo destruído pelo rio.

Maria de Olímpio, a zeladora

A mãe de santo Maria José Alves de Menezes, a Maria de Olímpio, 61 anos, é líder religiosa de renome no povoado quilombola de Campo Grande, em Santa Teresinha (BA). Ainda criança dava pistas de seu dom: quando ia a uma casa de reza caía no choro ao ver a imagem de São Sebastião, que […]

A arte de Vavan

No terceiro dos 10 capítulos da série “Artistas Populares do Nordestes”, realizado pelo canal Cultura Popular Brasileira, parceiro do site Meus Sertões, a médica e pesquisadora de cultura popular Helenita Monte de Hollanda  e o jornalista Biaggio Talento nos contam a história do artesão Vavan, da Ilha dos Ferros, município de Pão de Açúcar (AL).