Dia: janeiro 20, 2018

Arredores

A visita ao município de Cedro de São João, no início deste ano, serviu também para desbravar um pouco do sertão sergipano, onde começava a ser gestado o programa Meus Sertões Universidade. Os cerca de 50 quilômetros de distância entre o Cedro e Itabi foram percorridos com dois objetivos: revelar para uma de minhas filhas que mora no exterior um pouco da beleza e das histórias do sertão e me preparar para orientar a jovem jornalista Camila Gabrielle, autora do documentário “O sertão entre a flor e os espinhos” e de matérias, entrevistas, fotos e vídeos sobre a pequena cidade onde a mãe dela nasceu.

…Ler mais.

‘Reis’ e cavalgada para S. Sebastião

No sertão é assim: grupos de reisado deixam suas cidades, distritos ou povoados no dia 1º e peregrinam até o dia 6 de janeiro, quando voltam para casa e participam da reza dos Santos Reis. Descansam um pouco e no dia 14 saem de novo, com uniformes em cores diferentes para cantar e saudar São Sebastião. Ele retornam apenas no dia 20, data em que o santo é homenageado. Alguns chamam a segunda peregrinação de “reis de São Sebastião”. …Ler mais.