O vendedor de espirros

O carroceiro aposentado Valdenor Vicente Torres, que completa 70 anos hoje, passou a vender rapé no Mercado Municipal de Barra quando se aposentou por causa de dores na coluna e crises de asmas que o impediam de fazer serviços pesados.

Morador do Brejo Banguê, um dos 57 existentes no município, Valdenor vende dois tipos de rapé, conhecido por provocar espirros: o artesanal, feito em casa, e outro fornecido por uma empresa de Eunápolis, no sul do estado.

O produto artesanal é feito com tabaco moído, misturado com ervas diversas. No caso do exemplar barrense, contém noz moscada, pixuri, cravo, alecrim de tabuleiro e quebra-facão. O vendedor indica seu uso para a cura de gripe, dor de cabeça, rouquidão e “catarro na cabeça”.

O vidro do produto feito em casa sai por R$ 2. A latinha que vem de fora, R$ 4.  Valdenor conta que não fatura muito. No máximo, R$ 16 em dia de grande movimento. No entanto, se mantém em atividade para passar o tempo e se divertir brincando com os frequentadores da feira instalada diante do mercado.

ORIGEM

O rapé era utilizado por indígenas da América do Sul e povos das Antilhas desde tempos remotos. Em fins do século XVI , um monge franciscano que faria parte da expedição de Cristóvão Colombo, levou o produto encontrado nas Antilhas para a Espanha, introduzindo-o na Europa.

Nobres passaram a consumir a mistura e guardá-las em caixas de ouro e pedras preciosas, que hoje fazem parte do acervo de museus em todo o mundo.

No Brasil, os indígenas e caboclos utilizavam o rapé com fins cerimoniais e medicinais.

Jornalista, editor, professor e consultor, 59 anos. Suas reportagens ganharam prêmios de direitos humanos e de jornalismo investigativo.
follow me
Compartilhe esta publicação:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Uma resposta

  1. Olá gostei da mistura desse rapé, gostaria de saber se posso fazê-la e como, pois moro na Inglaterra e não sei como obter. Agradeçoa sua ajuda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Sites parceiros
Destaques