Fora quebranto

Fora quebranto

Quebranto é um estado de prostração, fraqueza, abatimento, enfraquecimento. É uma suposta influência maléfica de feitiço, encantamento à distância, provocado pelo mau—olhado, segundo definição do Dicionário Houaiss.

Já antigos dicionários portugueses trata-se de prostração, languidez, fraqueza, debilidade, quebramento de corpo.

Este mal é conhecido em diversos países do mundo – mal de ojo, na Espanha; mal occhio, na Itália; evil eye para os ingleses; e mati, na Grécia, onde existe um olho de vidro azul que serve de amuleto contra a inveja e o quebranto.

Segundo a crença popular, as pessoas transmitem energias positivas e negativas. O quebranto nem sempre vem de pessoas invejosas. Este é o mal mais difícil de ser cortado.

Animais e plantas, que muitas vezes murcham, também sofrem com esta irradiação maléfica.

Os sintomas do quebranto são olhos lacrimejantes, moleza no corpo, tristeza, espirros repetidos, falta de apetite e bocejar constante. Para curá-lo é necessário rezar a pessoa atingida.

É aí que entra em cena dona Venerana Ferreira de Souza, rezadeira do povoado de Tapiacanga, em Mucugê (BA), que nos é apresentada pela médica e pesquisadora de cultura popular Helenita Monte de Hollanda.

“Dona Venerana é uma espécie de fada que orbita no reino encantado de Tapiacanga, o mais belo braço que se estende a partir da alegre Mucugê, na Chapada Diamantina. O seu falar cujo tom apelidei de caipira angelical é motivo de reverências para todos os que encontram cura nas rezas tiradas do seu breviário ensinado pelo próprio Deus dentro do seu coração”

A rezadeira baiana nos mostra agora como ela cura o quebranto.

Nasceu e cresceu numa típica família brasileira. Potiguar, morando na Bahia há vinte anos, é médica de formação e pesquisadora da cultura popular. Nos últimos 10 anos abandonou a sua especialidade em cardiologia e ultrassonografia vascular para atuar como médica da família na Bahia e no Rio Grande do Norte, onde passou a recolher histórias e saberes. Nessa jornada publicou cinco livros.”. No final de 2015 passou temporada no Amazonas recolhendo saberes indígenas.
follow me

Uma reflexão sobre “Fora quebranto&rdquo

  1. AdrianaDisse…
    Replied on

    Não consegui entre todas as palavras da oração do quebranto. Será que alguém tem por escrito essa oração?
    Grata Adriana

Deixe uma resposta para Adriana Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *