Dora, a doceira

Geralmente Dora começava uma conversa com um HUMMMM! A doceira mais famosa do município de Rodelas não costumava ter papa na língua. Em algumas situações emitia suas opiniões, sem cerimônias e não se importava se desagradasse o cliente. Nesse aspecto, passava do ponto. Geralmente todos riam do rela que quase sempre caía no anedotário da […]

Homenagem a jovens camponeses

Cerca de mil jovens são esperados na 8ª Assembleia Nacional da Pastoral da Juventude Rural (PJR) – Laura e Uedson, entre os dias 18 e 23 de janeiro, em Caruaru (PE). O tema do encontro será “Terra Mãe, Comunidade e Soberania Alimentar” e homenageará Laura Lorenzoni, primeira secretária da PJR,  que morreu afogada no Rio Grande do Sul, […]

Arte de licuri e aves de madeira

José Valdo Rosa nunca gostou de trabalhar na empreiteira que fazia a manutenção de linhas de transmissão de energia. Apesar de elogiado pelos chefes, pois assumia funções diferentes de acordo com a necessidade,  não suportava duas coisas: acordar cedo durante o inverno, principalmente nos estados do sul do país onde o frio é mais intenso, […]

Um álbum para Carmelita

A antiga fazenda do coronel João Sá, poderoso político e coiteiro de cangaceiros que por muitos anos mandou e desmandou em Jeremoabo, hoje faz parte do bairro de Nossa Senhora de Brotas, a pouco mais de um quilômetro do Centro. Diante da mansão do coronel, com duas casas impedindo a visão do que já foi […]

Manoel Capote

Não é qualquer um que pode usar o apelido de Capote no sobrenome. Em algumas cidades do sertão, a palavra significa bicho danado, valentão. Seu Manoel, 86 anos, morador do povoado de Utinga, em Xique-Xique, ganhou o direito de usar o Capote por causa do avô, homem valente que, segundo ele, tentava resolver problemas na […]

Nordeste: ausências e permanências

O primeiro contato de Meus Sertões com o professor e fotógrafo Marcelo Eduardo Leite foi durante uma pesquisa para encontrar fotos que pudessem ilustrar um artigo sobre beatismo da professora Enaura Quixabeira, no site. Marcelo foi gentil e cedeu duas de suas muitas fotos sobre Juazeiro do Norte. Não precisou de muito esforço para perceber […]

“Não cacei mais”

Nosso leitor Junsandro Ferreira, do distrito de Lages do Batata, em Jacobina (BA), mandou um depoimento, confirmando a existência da caipora, após ler matéria sobre o ser encantado, publicado em Meus Sertões. Ele relata um episódio que ocorreu com ele, no distrito de Lajes do Batata. E nos autorizou a publicá-lo. Eis o que ele nos […]

Diante da caipora

A médica e pesquisadora de cultura popular Helenita Monte de Hollanda apresenta hoje um vídeo sobre a caipora, entidade da mitologia tupi-guarani que os sertanejos garantem que existe. Neste pequeno documentário, Dona Margarida, do povoado Olhos d’Água, em Tucano (BA) conta que seu vizinho conversava com a caipora – nome que vem do tupi caapora […]

A resistência das filarmônicas

As filarmônicas surgiram no final do século XVII, com mais ênfase, após a Revolução Francesa, quando músicos amadores passaram a se inspirar nas bandas marciais que utilizavam instrumentos de sopro e percussão. Elas se espalharam pela Europa e pelo mundo e foram trazidas para o Brasil pelos portugueses.