Dia: 28 de março de 2016

O coureiro

No início, como a maioria dos meninos, José Alberto, o Betão, apaixonou-se  por uma bola de futebol. Nos campos de várzea de Canudos e das cidades da região, ele se formou em centroavante. Encarava os zagueiros botinudos e os mais habilidosos. Ganhou fama de brocador, que o levou a disputar três campeonatos baianos pelo Atlético de Alagoinhas e Jacobina e um, sergipano, defendendo o Olímpico, de Itabaianinha, entre 1991 e 1994. …Ler mais.