Categoria: Outros Sertões

Imagens severinas

O rosto curtido do sol, as rugas bem marcadas, o olhar arisco. O boné com aba virada para trás é sua marca registrada. Olhando assim, no meio do sol carioca, Severino Silva parece um boiadeiro nordestino na cidade grande. A fala é mansa, baixinha, e a voz só se eleva para falar “das coisas boas de lá”. “Lá” é o Nordeste, o sertão, onde se sente mais à vontade, onde pode voltar a ser criança e brincar com a luz da lua perto de casas de pau a pique ou com a penumbra iluminada na chama de um toco de vela na mão de um romeiro em uma procissão. O Nordeste de Severino é grande, muito além de Pirpirituba, no interior da Paraíba, onde nasceu e de onde saiu ainda menino. É pelas estradas que ele segue para as pequenas cidades e chega de qualquer jeito: pode ser de ônibus, de carona ou a pé. Na inseparável mochila, disputam espaço as duas câmeras, as lentes, uma rede de selva e um saco de dormir. Às vezes, as roupas não conseguem ganhar nem um cantinho, ele confessa em meio a um sorriso.  E diz que pede pouso em qualquer lugar para poder amarrar sua rede em árvores ou se abancar em um canto de alpendre.

…Ler mais.

Nordeste, de Severino Silva

A exposição “Nordeste”, de Severino Silva, fotógrafo paraibano radicado no Rio de Janeiro, estreou o espaço de exposições da primeira página do site Meus Sertões, a sessão Galeria. Severino sempre que junta folgas ou tira férias vem para o sertão. De grande sensibilidade, é exaltado e querido por seus colegas jornalistas. Além de exposição, Severino foi entrevistado pela jornalista Angelina Nunes, uma das mais premiadas do país.

…Ler mais.