Dia: dezembro 20, 2019

Cristo indígena

O Cristo indígena, nascido no bioma caatinga castigado e maltratado pelo homem com sua ganância usurpadora. O Menino Deus que respira o cheiro da umburana, da juremeiras e dos licuris e está cercado de umbus, que dão mais gosto a cada amanhecer. Da caatinga, as flores dos gravatás, das macambiras e dos incós perfumam o ambiente. Os ipês amarelos, os calumbis e a barriguda embelezam com maestria o solo seco e rachado de massapê. O canto dos coleiros, bem-te-vis e nambus fazem a sinfonia, enquanto uma gota de chuva multiplica os milagres e deixa o verde acontecer.

…Ler mais.