Couros e aboios

Couros e aboios

Em 1983, um grupo de Barreiros, distrito de Riachão de Jacuípe, a 230 quilômetros de Salvador, decidiu realizar uma festa de vaqueiros no dia do aniversário de um deles, Mundinho de Pedro Ross. Sem nunca ter visto evento semelhante, chamaram o padre e organizaram concursos para premiar os participantes.

Desde então, a comunidade se mobiliza para realizar o festejo que se tornou tradicional no semiárido baiano, sempre no mês de julho, época de chuvas propícia para os sertanejos comemorarem.

Este ano, Mundinho, Orestes Nunes, outro fundador, e João de Paterniano, vencedor de vários concursos no distrito e em outras localidades, além das homenagens de praxe, estão representados nos cartazes da festa. Os três também gravaram depoimentos, lembrando de detalhes das primeiras comemorações.

Orestes de Senhor foi o mais difícil de ser encontrado. Hoje ele mora no povoado de Riacho das Pedras, em Cansanção,  a 161 km de Barreiros. O contato foi feito através whatsapp. O vaqueiro disse que tem intenção de participar da festa deste ano por influência de seu filho mais novo do segundo casamento.

Já Mundinho está presente todos os anos. Não perde uma festa. Ele também gravou depoimento para os moradores de Barreiros.

O terceiro homenageado é João de Paterniano, 67 anos, desde a terceira edição presente no pelotão de frente dos concursos. Sempre encourado, aprendeu a montar criança e como o pai trabalha com gado e couro. João tem muitas histórias para contar.

Além do desfile, da homenagem e da entrega das premiações, há várias atrações culturais na festa que será realizada nos dias 27 e 28 de julho, incluindo exposição de produtos da agricultura familiar, venda de artesanato, dança regional, apresentação de aboios e cordéis, exposição de fotos e lançamento do livro “Vaqueiros do Raso da Catarina, do fotógrafo Rui Rezende.

Delma Barreiros Contributor
Delma Barreiros é uma entusiasta da Festa de Vaqueiros de Barreiro. Embora more em Salvador, hoje em dia, sempre encontra tempo para divulgar e ajudar na realização do evento. Em 2018, fez parte da comissão organizadora da FVB.

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *