O Véio – Final

O Véio – Final

A segunda e última parte do programa com Cícero Alves dos Santos, o Véio, revela a faceta de historiador do artesão sergipano, que mantém um museu do sertão e da cidade de Nossa Senhora da Glória. É uma iniciativa fabulosa, digna de elogio e apoio.

Em um passeio pelo acervo do Véio, a médica e pesquisadora de cultura popular Helenita Monte de Holanda e o jornalista Biaggio Talento, mostram objetos e ferramentas rudimentares e inventivas que foram fundamentais para o desenvolvimento do sertão.

A seção de objetos de couro mostra raridades como grandes malas de couro de valor inestimável.

Maquete dos imóveis de Nossa Senhora da Glória. Reprodução do Canal Cultura Popular Brasileira
Maquetes dos prédios de Nossa Senhora da Glória.

Outra sensação é a maquete e a reprodução das casas, igrejas e do mercado da cidade de Nossa Senhora da Glória, feitas pelo artesão. Como não bastasse mostrar a origem de sua terra Natal, o artesão conta a história dos moradores e dos donos de cada imóvel.

Cícero dos Santos também guarda documentos e fotos inéditos, adquiridos em suas andanças pelo sertão sergipano. Sem eles, a história da região estaria perdida.

No último episódio da terceira temporada da série “Artistas Populares do Nordeste”, do Canal de Cultura Popular Brasileira (CCPB), o Véio conta experiências pessoais muito interessantes que o levaram, embora com pouquíssimo estudo, a nunca deixar de buscar conhecimento.

Nasceu e cresceu numa típica família brasileira. Potiguar, morando na Bahia há vinte anos, é médica de formação e pesquisadora da cultura popular. Nos últimos 10 anos abandonou a sua especialidade em cardiologia e ultrassonografia vascular para atuar como médica da família na Bahia e no Rio Grande do Norte, onde passou a recolher histórias e saberes. Nessa jornada publicou cinco livros.”. No final de 2015 passou temporada no Amazonas recolhendo saberes indígenas.
follow me

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *