O Véio – Parte I

O Véio – Parte I

Com estilo singular, o escultor O Véio mora num sítio no interior de Sergipe que transformou em museu a céu aberto. Lá, produz suas figuras abstratas e do cotidiano nordestino a partir da madeira de árvores mortas.


Ao fugir do lugar-comum, o Véio se impôs como um dos artistas mais festejados no Brasil e exterior já tendo realizado exposições em galerias de renome. No ano passado ganhou o prêmio Itaú-Cultural e recentemente expôs em Milão.

De conversa fácil, bem-humorado e sarcástico, o Véio conta sua trajetória e de como se transformou num historiador da vida cotidiana do sertanejo do passado, ao recolher centenas de peças do morador da região.

A entrevista está dividida em duas partes: “O Artista”, que estamos publicando, e “O Historiador”, que irá ao ar na próxima semana.

Com o Véio, o Canal Cultura Popular Brasileira, parceiro de Meus Sertões, conclui a terceira temporada da série Artistas Populares do Nordeste.

Nasceu e cresceu numa típica família brasileira. Potiguar, morando na Bahia há vinte anos, é médica de formação e pesquisadora da cultura popular. Nos últimos 10 anos abandonou a sua especialidade em cardiologia e ultrassonografia vascular para atuar como médica da família na Bahia e no Rio Grande do Norte, onde passou a recolher histórias e saberes. Nessa jornada publicou cinco livros.”. No final de 2015 passou temporada no Amazonas recolhendo saberes indígenas.
follow me

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *