Cantigas do povo

Cantigas do povo

As cantigas são composições poéticas de versos curtos e divididas em estrofes, próprias para serem cantadas.

Se nos interessa classificá-las podemos identificar as de roda, de ninar, trovadorescas, entre tantas.

Estão a se perder… Máxime as de roda recheadas de significados hoje pouco compreendidos, e os acalantos nem sempre doces quando preveem bois de caras pretas e pavões teimosos em telhados próximos, mas suaves nas vozes que nos embalaram na saudosa quadra de uma infância para sempre perdida.

Em entrevistas a conhecidos de idade mais avançada, o pedido para que me cantem as suas lembranças são atendidos com olhos brilhantes e sorrisos melancólicos.

Garimpar em meu acervo entre tantos os mestres da nossa cultura já entrevistados não foi tarefa fácil, mas três personagens para mim inesquecíveis compartilharam conosco as suas memórias nos presenteando com essas pérolas rítmicas da Cultura.

EMBALANDO O PASSADO

Nasceu e cresceu numa típica família brasileira. Potiguar, morando na Bahia há vinte anos, é médica de formação e pesquisadora da cultura popular. Nos últimos 10 anos abandonou a sua especialidade em cardiologia e ultrassonografia vascular para atuar como médica da família na Bahia e no Rio Grande do Norte, onde passou a recolher histórias e saberes. Nessa jornada publicou cinco livros.”. No final de 2015 passou temporada no Amazonas recolhendo saberes indígenas.
follow me

Deixe um comentário.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *